Dicas para melhorar sua comunicação interpessoal

Comunicação é uma palavra derivada do termo latino “communicare“, que tem como significado “partilhar, participar de algo, tornar comum”. É a maneira como as pessoas se relacionam entre si, compartilhando e trocando ideias, experiências, sentimentos, informações, alterando mutuamente a sociedade onde estão inseridas. Cada um de nós seria um mundo isolado sem a comunicação.

O corpo fala, e por isso não utilizamos apenas a expressão verbal na comunicação, mas também atos, expressões faciais, toques, etc. Para uma pessoa ser considerada confiável e apta com plenos direitos de cidadão em nossa sociedade, três tipos principais de competência são necessários: habilidades cognitivas (fundamentado no uso da linguagem e na capacidade de comunicação); controle do corpo e controle das emoções.

A comunicação interpessoal é um método de comunicação que promove a troca de informações entre duas ou mais pessoas, e pode ser definida como o processo pelo qual informações são compartilhadas e entendidas, normalmente com o objetivo de motivar ou influenciar o comportamento. Além disso, a comunicação interpessoal é um dos fatores mais importantes para o sucesso profissional, seja para um funcionário subordinado ou um profissional em cargo de liderança.

Dentro de uma empresa, os empregadores que investem tempo e energia em linhas claras de comunicação irão construir níveis de confiança entre os funcionários, obtendo assim um aumento na produtividade, produção e moral em geral. Já quem não consegue dominar a arte da comunicação interpessoal, pode perder grandes oportunidades. A má comunicação no ambiente de trabalho conduzirá inevitavelmente a uma equipe desmotivada que pode começar a interrogar sua própria confiança em suas habilidades e, obrigatoriamente, na organização.

Veja abaixo algumas dicas para melhorar sua comunicação interpessoal:

  • Faça uma autoanálise e aproveite também para observar as outras pessoas. Tente prestar atenção na maneira como você fala e na sua comunicação corporal. Uma boa dica é filmar enquanto você está falando ou treinando algum discurso, para quem assim você consiga ver como se sai. Além disso, fique atento ao jeito como as pessoas falam e gesticulam. O ideal é ter um equilíbrio: não gesticule em excesso, mas também não deixe de usar a comunicação corporal, para não parecer um robô enquanto fala.
  • Tenha muito cuidado com os famosos vícios de linguagem. Podemos defini-los como o excesso de palavras utilizá-las numa única frase, como por exemplo, pessoas que têm mania de repetir “tipo assim” ou “entende” a toda hora. Isso pode fazer com que o interlocutor se distraia com a mensagem que você deseja passar, e foque toda a atenção nos vícios. Dependendo da situação, gírias devem ser evitadas, e é fundamental sempre utilizar o português de forma correta e adequada.
  • Não tenha uma fala “monótona”. Quem fala o tempo todo no mesmo tom pode causar tédio na pessoa que está ouvindo, e com isso, provavelmente ela acabará se desprendendo do conteúdo, mesmo que tenha interesse no assunto. O ideal é que a fala seja como um eletrocardiograma, onde as curvas variam para cima e para baixo, com certa musicalidade.
  • Ao falar, observe as reações da pessoa que está ouvindo. Com isso você saberá se ela está ou não interessada no assunto, e se está de fato conseguindo compreender o que você diz. Se você perceber que a pessoa está entediada, tente mudar o discurso, chamando a atenção de alguma outra maneira. Uma forma gentil para se certificar se o ouvinte está realmente entendendo é perguntar se você está sendo claro com suas palavras e se ela está conseguindo compreender.
  • Os gestos são importantes, como já falamos nos tópicos acima, porém tenha cuidado com o excesso de movimentos do corpo. Quando o assunto é importante, pode causar certa ansiedade ou nervosismo, e com isso as pessoas tendem a se movimentar em excesso. Isso pode acabar irritando e desconcentrado quem está ouvindo.
  • Outra dica fundamental para melhorar sua comunicação interpessoal é, enquanto fala, olhar nos olhos da pessoa que está ouvindo. Isso faz com que a pessoa se sinta valorizada e reconhecida.
  • Lembre-se sempre de não utilizar palavras difíceis apenas para parecer culto ou importante. O fundamental é que o ouvinte entenda o que você está falando, de forma clara e objetiva. Uma linguagem simples e correta é sempre adequada.

Para quem tiver interesse, veja abaixo uma dica de livro sobre Comunicação Interpessoal:

Gostou das dicas de hoje? Esperamos que sim!

Blog Cursos Grátis




2 Comentários Comente!

  • bom dia,

    gostei muito destas dicas.

  • Quero muito fazer esse curso

Deixe seu comentário!